OkTuga: 10 Manias que te Inibem de Ficar Rico

10 Manias que te Inibem de Ficar Rico

Saiba sobre 10 Manias que te Inibem de Ficar Rico. aqui você vai encontrar 10 Manias que te Inibem de Ficar Rico.

Dicas 10 Manias que te Inibem de Ficar Rico para você

Para ficar rico, você não precisa ganhar na loteria ou participar de um reality show, mesmo que seja realmente possível. A riqueza pode ser construída a partir de uma base simples, da pobreza. E este não é um evento isolado, existem inúmeras histórias de pessoas que, mesmo ganhando pouco, conseguiram alcançar a famosa independência financeira.

Mas como isso foi possível? Em geral, o princípio é o mesmo: mudanças nos hábitos. Vamos listar vários hábitos e alguns deles são contraditórios, porque eles derrubam você e não permitem que você cresça financeiramente. Por exemplo, um dos mais simples é investir dinheiro.



Você está investindo?

Não estamos falando de salvar ou deixar que o próprio banco deva seu salário para "salvar" uma pensão privada. Estamos falando de investimentos financeiros, que envolvem juros, retornos, impostos e, o mais importante, um aumento no patrimônio líquido.

Para aqueles de vocês que ainda não entendem como os hábitos ou hobbies são decisivos para preservar, aumentar ou diminuir sua riqueza, saiba que a diferença entre ricos e pobres não está na causa, como muitos pensam, mas nas conseqüências.



Obviamente, para manter o exemplo acima, investir dinheiro ficará rico. Simples assim.

Esta é a causa da famosa lei de causa e efeito, que você já deve ter ouvido.

Você ainda acha que o principal problema é a falta de dinheiro?



Então explique por que a maioria das pessoas que ganham na loteria, reality shows ou herança, todos perdem alguns anos depois? Visto, ter dinheiro não significa que você será rico para sempre. Você precisa de uma base, você precisa de hábitos.

E é sobre eles que vamos falar neste artigo.

Antes, no entanto, vamos ser justos e dar as referências certas.



Os hábitos citados aqui vêm de uma pesquisa temporária conduzida por Tom Corley, que publicou o livro "Mude seus hábitos, estratégias que transformaram 177 pessoas em milhões de dólares" ou, na tradução, MUDE SEUS HÁBITOS. , MUDANÇA DE VIDA: ESTRATÉGIAS QUE TRANSFORMAM A VIDA DE 177 PESSOAS COMUNS AO MEIO.

Ele investigou as vidas de pessoas selecionadas - e obviamente ricas - que começaram suas vidas na pobreza. Ele listou e selecionou vários pontos comuns entre essas pessoas. No final, ele acrescentou que achava que qualquer um poderia melhorar sua situação financeira se ele mudasse seus hábitos.

Para Corley, a prosperidade financeira não depende apenas do seu salário ou da estratégia que você usa para investir dinheiro. E sim de seus hábitos diários, que determinarão se você será um homem rico ou pobre.

Em caso de mudança na qualidade de vida,

1 - A mania do jogo
Das 177 pessoas pesquisadas por Corley, nenhuma delas conquistou riqueza com facilidade ou rapidez. Pelo contrário, essas pessoas acreditam que brincar (na loteria ou no vírus) é uma perda de tempo e ilusão.

De acordo com os estudos de Corley, 77% das pessoas pobres fazem apostas esportivas ou loterias regularmente. Enquanto 94% das pessoas mais ricas do mundo nunca perderam tempo ou dinheiro apostando nisso.

E não diga: "Ah, mas eles não jogam porque já são ricos". Essas 177 pessoas entrevistadas pela Corley nunca apostaram nos jogos, mesmo quando estão na pobreza. Tudo está bem? Continuaremos a ler, mas sem desculpas nem mimimi.

Se você quiser saber mais sobre como perder dinheiro em jogos de loteria, você já explicou no blog algumas contas para mostrar o quanto você pode perder jogando diariamente. Então, pegamos esse valor e projetamos um investimento lucrativo de 1,3% ao mês.

Você quer saber o resultado? Você se tornaria um milionário em apenas 20 anos se parasse de jogar na loteria e começasse a usar seu dinheiro em investimentos financeiros.

Você quer entender essa história e saber como chegamos aos números? Clique aqui - 3 passos simples para se tornar um milionário em 20 anos, parando de jogar na loteria.

2 - O vício da bebida
No que diz respeito às questões de saúde, não vamos falar muito, afinal, você já deve estar cansado de saber. No entanto, um fato importante e pouco discutido é que as pessoas mais pobres exageram sua bebida por boa parte de suas vidas, como se houvesse "a cura para resolver todos os problemas financeiros existentes".

De acordo com Corley, há uma enorme diferença entre o hábito de beber um copo de cerveja de vez em quando e transformá-lo em um hábito. "Quem tem o mau hábito de beber diminui regularmente as chances de sucesso financeiro."

Tom diz que 50% das pessoas mais pobres que ele pesquisou bebiam mais de dois drinques por dia. Se 84% dos milionários estudados bebem quantidades muito inferiores a isso.

Além disso, e sobre o mesmo assunto, o autor afirma que beber em excesso pode prejudicar a memória e a capacidade de pensar com clareza. Você está desperdiçando saúde e dinheiro proporcionalmente e exponencialmente. O álcool, diz ele, gera problemas financeiros, e não o contrário.

"Vai de um acidente de carro até a perda de um emprego ou um divórcio."

A propósito, Jorge Paulo Lemann, dono da Ambev e que vende produtos como Brahma, Skol, Antarctica e outras cervejas, é o único a ficar satisfeito com seus hábitos.

No blog, também publicamos uma história em que falamos sobre os maiores vícios das pessoas, que podem representar as maiores despesas domésticas. A cerveja, para se ter uma idéia, foi o grande campeão do principal motivo da explosão do cartão de crédito. A coragem é incrível, dê uma olhada aqui.

3 - O Convivio com pessoas tóxicas
Este ponto é muito interessante porque poucas pessoas param por aí. Pessoas tóxicas, para o autor, são aqueles que te chamam para "reivindicar o cônjuge", "alegação de saúde", "reivindicar o passado" ... Reivindicação.

Se você começar a observar, existem vários "amigos que se queixam". São pessoas que "parecem" ter o hábito de reivindicar cada dia, sequencialmente. Para sair, faça um teste: converse conscientemente com seus amigos e familiares e veja se há pessoas tóxicas.

Em números, o autor afirma que 80% das pessoas mais ricas do mundo que participaram do estudo desenvolveram o hábito de se associar com outras pessoas soropositivas (que são o oposto de pessoas tóxicas). Para Corley, essas pessoas têm a denominação de "espírito de sucesso".
Você sabe quantas pessoas gostam de falar sobre o sucesso?
Conquistas
Benefícios
Idéias inovadoras?
Tecnologia?
Quantos são livros interessantes?
Resultados extraordinários?
Sobre planos de negócios?
Quanto você dá uma amostra de qual é o caminho para o sucesso financeiro?
Tenha em mente que, de acordo com Corley, você (e as pessoas que você estuda) não precisa se afastar de amigos tóxicos, mas você pode gerenciar sua exposição para perceber conscientemente o quanto a comunicação negativa com essas pessoas é negativa.

Tom diz que apenas 4% das pessoas mais pobres têm amizades com pessoas positivas. Por outro lado, 96% deles (pobres) cultivam amizades tóxicas.

"Para ser bem sucedido, é bom se cercar de pessoas que querem ou já são bem sucedidas."

Warren Buffett é uma pessoa não tóxica que você definitivamente pode acompanhar. O multimilionário não herdou dinheiro da família e não recebeu uma fortuna, mas o construiu com investimentos feitos ao longo de décadas. Aprenda um pouco sobre sua carreira.

4 - O hábito de assistir televisão
77% dos pobres gastam mais de uma hora de televisão por dia. 67% dos milionários gastam menos de uma hora de televisão por dia. Assim, para o autor, fica claro que os ricos têm outras formas de entretenimento que a televisão e, mais do que isso, buscam outras formas de se informar, como livros, vídeos e exercícios. .

Para Corley, os mais ricos estão acostumados a aproveitar melhor seu tempo, que é produtivo, enquanto os pobres optam pelo lazer - nada mais do que uma perda de tempo.

"TV matou a janela", Nelson Rodrigues.

5 - Pense negativamente
"O sucesso a longo prazo só é possível se você tiver uma visão positiva." Corley afirma que o otimismo em relação ao futuro é o primeiro passo para o sucesso financeiro, o que não é o caso da maioria das pessoas pobres.

Para ele, essas pessoas são totalmente inconscientes de seus pensamentos, positivos ou negativos. Ele diz a todos "para ouvir seus próprios pensamentos".

Os pensamentos são a base de nossas ações.

Então, se você continuar a pensar negativamente o tempo todo, sua decisão será sempre baseada nesses pensamentos. As pessoas que têm medo de investir em suas economias, mesmo sabendo que estão pagando muito pouco, nunca terão o prazer de ver sua renda aumentar.

Embora ela tenha a desculpa do "medo", eles escolhem perder dinheiro em vez de entender o mercado e cobrar.

Medo e preguiça, isto é, os principais pensamentos negativos do mercado financeiro. O medo de lidar com algo mais do que a preguiça de buscar mais conhecimento sobre problemas desconhecidos é que isso força as pessoas a permanecerem em condições financeiras.

"O otimista é tão errado quanto o pessimista, mas ele não sofre com antecedência", disse Fernando Sabino.

6 - Conscientização sobre procrastinação
A procrastinação é um nome teórico para a prática de "deixar para depois". Maus hábitos são muito comuns entre pessoas da classe média ou baixa. Para Corley, muitas pessoas talentosas não são bem-sucedidas na vida por causa do hábito de procrastinação, porque sempre deixam decisões para o momento futuro.

Napoleon Hill, que também estudou os ricos, sempre disse que as pessoas mais ricas tomam a maior parte das decisões.

10 manias que te impedem de ser rico, mas ninguém tem coragem de dizê-lo
Reprodução: Google

7 - Para agradar o mundo inteiro
Na opinião de Tom Corley, agradar a todos está relacionado à busca de conhecimento sobre suas práticas. Mesmo se você for um empreendedor de sucesso, talvez não goste nada disso. Saber ouvir críticas é, portanto, essencial e totalmente positivo.

Para ele, toda crítica é boa. O que você faz com isso é que vai determinar se será uma coisa boa ou ruim. A ofensa é inútil. Se as pessoas nunca criticarem você, talvez você não tenha muito poder para se desenvolver financeiramente.

Esta é uma teoria amplamente utilizada pelos ricos - eles gostam de receber feedback de clientes, fornecedores e empregadores em todo o mundo. "Seus clientes insatisfeitos são sua maior fonte de aprendizado", Bill Gates.

Se você nunca perguntar ao seu chefe como está seu desempenho, você poderá enviá-lo sem saber o motivo. Pense nisso.

8 - Despesas excessivas - gaste mais do que ganha
Gastar excessivamente ou gastar mais do que o aluguel mensal é um dos piores e mais persistentes hábitos da vida brasileira. O resultado que você já conhece - 60 milhões de dívidas hoje.

O autor afirma que 95% dos mais pobres tendem a se endividar para subsidiar um padrão de vida mais alto do que o permitido pelo aluguel. Essas pessoas criam mundos fantásticos e ostensivos, o que compromete o orçamento financeiro.

Nos últimos dias, produzimos um material que mostra a diferença entre um rico e um pobre pelo simples hábito de se vestir. É impressionante, mas é verdade: uma pessoa gasta 10 vezes mais que a outra com roupas.

Mas, afinal, o mais rico é aquele que usa as peças "mais simples".

"Os ricos não gastam dinheiro na depreciação de passivos, mas investem em ativos geradores de renda." Nessa direção,

É impossível acumular ativos quando as despesas excedem a receita.

"É melhor trabalhar alguns anos para criar um ativo do que passar uma vida inteira criando para os outros", Robert Kiyosaki.

9 - O trabalho mais odiado
Você não ficará quase rico se fizer algo que odeia. O trabalho será exaustivo, doloroso e infrutífero. Um dia, ele não irá ao médico e procurará um atestado médico. No outro, você não se importa em chegar atrasado. Finalmente, isso prejudicará o negócio. E para si mesmo.

Segundo o autor do livro, o trabalho, se não for agradável, vai deixar você só estressado e insatisfeito com a vida, o que afeta diretamente a possibilidade de prosperar financeiramente.

As pessoas mais bem sucedidas trabalham em atividades lucrativas e são verdadeiras paixões. Alguns fariam este serviço mesmo se não fossem pagos. Este é o famoso "faça o que ele ama e sempre seja pago por isso".

As pessoas que não gostam do que fazem sempre encontram desculpas para trabalhar menos e ganhar menos.

10 - Siga Boiada
Tom chama de "o hábito do rebanho" - afinal, estamos felizes em fazer tudo o que os outros fazem. No entanto, para Corley, o sucesso financeiro ocorre quando você se destaca da multidão. Os mais ricos, por exemplo, são aqueles que não se sentem desconfortáveis ​​por serem diferentes.

Eles preferem desafios e entender Gostou do 10 Manias que te Inibem de Ficar Rico compartilhe com seus amigos essas dicas sobre 10 Manias que te Inibem de Ficar Rico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário